Quando o amor morre

Nunca tive um amor tão grande
Que se perdeu com dois tiros
E assim foi o fim
Amor tão constante
De laços e feitiços
Que vem com a dor
A saudade a mágoa
O que morre dentro
Do coração
É a morte do amor
Infinito enquanto
O tempo aqui passou
Você estava ali de olhos fechados
No chão frio e dormia
Profundamente
Se eu pudesse  iria com você
Mas você não me deu escolhas
Só eu me importei
E chorei todos os dias
E você me consolou
E disse : Em breve estaremos juntos
A morte é uma despedida inesperada
O amor continua em outra estrada
Mais eu continuo aqui
Te amando, o tempo passa
E dói mais
Perigoso é viver infeliz
Sem amor
Com a dor
O sofrimento de não
Ter mais o amor
Que já se foi
Mas o amor vai além da vida
A morte só é um tempo
Para passar descansando
Até que um dia chegue a hora
De amar de novo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A tristeza que sinto agora

Vontades paradas no tempo

A vida e a felicidade