Vontades paradas no tempo

Eu diria que um dia
Tive vontade de voar
Mas o medo não deixou
Tive vontade de nadar
Mas a fobia não deixou
Tive vontade de ser forte
Mas tão forte
Que não sai da cama
É claro que a vida
Não é tão ruim assim
Tive vontade de te abraçar
Mas meus braços se fecharam
Minha energia está fora de mim
Tive vontade de chorar
E muitas,muitas vezes chorei
Tive vontade de fazer poesia
Mas muitas vezes
As palavras não saiam
Deus nós dá os filhos
Para cuidar e soltá-los depois
Tive vontade de protegê-los
Mas sei que não posso
Por toda vida
Tive vontade de abrir meu coração
Tirar as mágoas
As dores, a irritabilidade
Mas são meus problemas
Todos que estão no meu caminho
Já mais me atacaram
Porque Deus me protege
Quantas vezes procuramos
Deus pela proteção e o carinho
Tive vontade de sorrir
Porque tenho sonhos
E amo a minha vida
Com a idade você aprende
Que pessoas são pessoas
Ter vontade de mudá-las
Nunca faça
Porque quem nasce ruim
Não tem jeito
Quem é bom
Tem amor e carinho pelo próximo
Tive vontade de dormir
Mas muitas vezes amanheci o dia
Já clareando com um lindo sol na janela
Tive vontades de vontades
Inexplicáveis que se der tempo
Quem  sabe posso ainda fazer acontecer

Comentários

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A tristeza que sinto agora

A vida e a felicidade